20.7 C
Nova Iorque
Sábado, Setembro 18, 2021

Buy now

Paraty | Viagem e Turismo

Andar pelo centro histórico é apenas uma das viagens que o turista faz a Paraty (RJ). Andar pelas ruas em forma de canal com paralelepípedos e ângulos irregulares não é uma tarefa fácil.

Mas todos esses esforços se perdem diante da beleza das casas coloniais, dos barcos coloridos que ancoram às margens do rio Perequê-Açu ou no cais, das lojas e oficinas de arte.

O centro também abriga o palco principal do Retornar, um evento de referência para os amantes da literatura. É também o ponto de partida para excursões marítimas às praias e ilhas mais remotas da região.

Um deles que Ilha Araújomostra o dia a dia dos legítimos caiçaras. E a Ilha dos Coqueiros É perfeito para um mergulho livre em águas cristalinas. De volta ao continente, na encosta da montanha Paraty É coberto por matas, salpicado de cachoeiras e entrecruzado por caminhos construídos por escravos nos séculos XVIII e XIX.

Roteiro para um dia perfeito em Paraty

Acorde cedo e faça um Viagem de barco (com pausa para almoço) para descobrir as praias mais selvagens. Um dos roteiros leva ao Saco do Mamanguá, baía que atravessa a serra e forma dezenas de praias.

Na volta, os pães recheados e os doces regionais da Café pingado são perfeitos para recuperar o fôlego e passear pela cidade Cidade antiga. São tantas lojas e estúdios passando Armazém de Santo Antônioque vende balões coloridos de papel machê e abóbora tão ligados à cidade.

Termine o dia com receitas de Tanchagem.

Nós recomendamos

Explore mais Cidade antigaA começar pela Igreja Matriz de Nossa Senhora dos Remédios e pela Casa da Cultura. Então vá às compras no Oficinacomo Marisa Bidone, onde corta pedras e joias, e Armazém Paraty, que vende artesanato local.

Outros intervalos são atividades nas quais você se especializou Cachaças isso é tudo Tailandês brasileirocom pratos tailandeses.

Explore de barco no dia seguinte Ilha Araújoonde você faz um peixe na folha de bananeira. Em Trindade existem praias quase desertas como Cachadaço é Antiguidades e antiguidades, com acesso de barco a partir da aldeia.

Por fim, descubra as cataratas a caminho de Cunha. Na volta ao Rio-Santos, o banheiro é cozinha francesa Voila Bistro.

Como chegar a Paraty

Do Rio de Janeiro, basta seguir esta Rio-Santos (BR-101) até o hub de acesso de Paraty.

Na saída de São Paulo, pegue a rodovia Ayrton Senna-Carvalho Pinto (SP-070). A Via Dutra (BR-116) tem muitos caminhões e menos pistas. No entroncamento São José dos Campos, pegue a Rodovia dos Tamoios (SP-099) duplicada no final da rota do Planalto (km 67) e continue pela Rio-Santos (SP-055 depois BR-101) em direção a Ubatuba em Paraty.

Outra forma de descer a montanha é levar Ayrton Senna até o trevo com a Via Dutra e acessar a Rodovia Osvaldo Cruz (SP-125) em Taubaté. A estrada é sinuosa e tem uma cordilheira íngreme com curvas acentuadas, mas termina na BR-101, no centro de Ubatuba, próximo a Paraty.

Como circular

A única forma de entrada de veículos no centro histórico é pela Avenida Roberto Silveira, que faz ligação com a BR-101 e concentra bancos, mercados, farmácias e agências de turismo. A parada do ônibus fica em uma rua paralela e de lá você pode caminhar até o centro.

A proliferação de carros no centro histórico se limita às ruas Domingos Gonçalves de Abreu, Josefina G. Costa, Aurora e Fresca, que circulam pelo bairro e possuem vagas de estacionamento para chuva e alagamento.

A melhor forma de conhecer os estúdios e restaurantes do centro histórico é a pé, em distâncias relativamente curtas. Para acessar as mais belas praias vale a pena pegar um carro ou um barco.

Da rodoviária central saem ônibus para Paraty-Mirim (dez saídas diárias entre 5:30 e 22:50) e Vila de Trindade (17 saídas diárias entre 5,20 e 22:50) na zona sul e Jabaquara (11 saídas diárias entre 6:30 e 20:00) e São Gonçalo (seis saídas diárias entre 5:20 e 12:30) no norte. Redobre a atenção na sinuosa estrada de acesso à Trindade e também na estrada de Cunha.

Paraty Hospedagem: Hotel

OU Cidade antiga reúne grande parte dos hostels mais charmosos e caros da cidade. Na vizinhança você também encontrará endereços baratos e alguns albergues. Também há acomodações a preços acessíveis em áreas próximas, como Pontal e Chácara Colonial, de onde você pode caminhar até o centro.

Os albergues Estrada para Cunha e Sertão de Indaiatiba, áreas entre 4km e 20km do centro da cidade, exploram a proximidade de matas, rios e cachoeiras. E na vila de Trindade, a 24 km, os turistas encontram desembarques frequentados por surfistas e jovens descolados.

Alguns hostels criaram cantos que serão lembrados. The White Master Suite of Casa turquesa as casas entram na janela que Pousada da Marquesa tem uma sala de café cheia de antiguidades e a sala de estar Arte Urquijo parece uma galeria de arte.

Restaurantes

A cidade oferece uma grande variedade de peixes e frutos do mar, mas apenas algumas casas servem produtos verdadeiramente frescos. Este é o caso com The Gite d’Indaiatiba, A 20 km do centro: o chef e proprietário Olivier de Corta está em busca de robalo e camarão pescado na baía de Paraty.

Em ascensão depois Cunha (SP), OU É um bistrô combina uma atmosfera romântica e excelentes ingredientes. As estrelas estão fechando Tanchagem é Tailandês brasileiro Fique dentro de casa Cidade antigabem como a maioria dos restaurantes da cidade.

Comida típica

Camarão casadinho – Receita tradicional da mesa Caiçara, por isso leva o nome de sua aparência: dois camarões grandes que se juntam como um sanduíche. A gastronomia, da qual as tropas portuguesas já se alimentavam no Caminho do Ouro, ainda se recheia com farinha de camarão e manjericão antes de ser amarrada e frita.

É difícil encontrá-lo durante a época de reprodução (março a maio), quando a pesca do marisco é proibida. Experimente a iguaria a Lapinha.

Onde tirar as melhores fotos

Na estrada para o Forte Defensor Perpétuo (1703), fim Praia do pontalÉ possível prever a paisagem do alto do morro ao lado dos canhões: os telhados das casas e a baía de Paraty, emoldurada pela Mata Atlântica. Fica a 20 minutos a pé do centro histórico.

Noite em Paraty

Para música ao vivo, você pode visitar Paraty 33 (Rua da Lapa, 357) para ouvir bossa nova e pop rock. O Café Paraty (Rua do Comércio, 253) recebe bandas de jazz e blues. Já o Benditas (Rua Doutor Samuel Costa, 267) recebe shows de Bossa Nova e MPB.

Separado

Por falta de cabos modernos e do relevo, Paraty é uma cidade que tem que se desconectar do mundo digital. O sinal 3G de uma operadora de celular geralmente é ruim. E não espere muito do mau funcionamento das redes Wi-Fi com mau tempo.

Melhor época para visitar Paraty

Até as turbinas chuvosas de verão continuam em movimento. No entanto, os preços mais altos são em julho Retornar – Reserve com pelo menos seis meses de antecedência. Em agosto as acomodações ficam cheias de Festival da Pinga. As taxas diárias são mais baixas em abril e maio.

Por Ian Pellegrini Montes. Atualizado em 1 de outubro de 2017.

Related Articles

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Stay Connected

0FãsCurtir
2,941SeguidoresSeguir
0InscritosInscrever
- Advertisement -spot_img

Latest Articles