DESTINOS

Olinda | Viagem e Turismo

Há quem volte o olhar para Olinda apenas no carnaval, quando 2 milhões de foliões povoam suas encostas entre fantoches gigantes e dançarinos de frevo.

Mas a magia da cidade permanece o ano todo: as igrejas barrocas são espetaculares e as casas coloniais abrigam cafés e estúdios de arte.

Ao caminhar pelo centro histórico, observe a sonoridade local que vai do maracatu e tambores de coco às melodias das bandas do Seresteiro. No Alto da Sé, experimente não só a clássica foto panorâmica, mas também os bares de tapioca.

Declarada Patrimônio da Humanidade pela UNESCO, Olinda possui templos católicos de beleza ímpar, como a magnífica e ornamentada Basílica de São Bento, o Mosteiro de São Francisco e suas quatro capelas de azulejos portugueses e a Igreja da Sé. o clássico panorama da cidade, com Recife e o mar ao fundo.

Como você conseguiu isso

O aeroporto mais próximo de Olinda é o de Jaboatão de Guararapes, na região metropolitana do Recife, onde operam diversos voos Latam, objetivo, azul é Avianca, das principais cidades do país.

Os táxis são o meio de transporte mais conveniente saindo de Recife, a capital, a apenas 10 km de distância.

Para quem chega de carro pelo norte, a rota mais comum é chegar a Pernambuco pela BR-101, depois a Abreu e Lima pela PE-015.

Como circular

O centro histórico de Olinda é compacto e fácil de caminhar para todas as principais atrações turísticas (se você está em uma cadeira de rodas ou tem dificuldade de locomoção, vale a pena fechar um táxi de preço fixo)

Comece na Praça do Carmo e siga em direção à Rua São Francisco. Visite o mosteiro, conhecido por suas paredes de azulejos e vista para o mar.

Depois siga para a catedral e de lá se perca nas ruas Saldanha Marinho, Do Amparo e Ladeira da Misericórdia sem esquecer a esquina Quatro Cantos, epicentro dos carnavais, antes de fazer o passeio pela basílica de São Bento que a separa.

Hotel

A maioria dos visitantes costuma fazer um passeio de um dia saindo da capital, mas se você decidir ficar em Olinda, existem alguns bons hostels na cidade. Entre eles, o agradável Hotéis Sete Colinas e bem localizado Pousada dos Quatro Cantos.

Restaurantes

Olinda guarda boas surpresas gastronômicas. O mais importante é que Workshop Sabor, especializado na culinária nordestina, do chef César Santos.

Há também uma casa do grupo Beijupirá e a grande tapioca do Alto da Sé sobre a fogueira a carvão.

Melhor época para visitar Olinda

Faz calor na maior parte do ano e chove apenas entre abril e julho. A hospedagem deve ser reservada com antecedência para o Carnaval, independente do destino na região.

Outros eventos incluem Arte em Toda Parte (segunda quinzena de novembro), Festa Literária Internacional de Pernambuco (novembro) e Fenarte, Feira Nacional de Artesanato (julho).

Como vai o carnaval de Olinda?

Entre os principais carnavais de rua do país, Olinda é um dos mais democráticos e populares.

Não há sambódromos, trios elétricos, cordas ou abadás: os trilhos são ocupados por pessoas que se misturam aos blocos de bonecos gigantes em um único aglomerado de noctívagos.

Trajes, máscaras de papel machê, sol escaldante, latas de cerveja, varandas superlotadas e muita diversão dão o tom da festa, sempre ao som de Frevo, Samba, Maracatu, Caboclinho e Afoxé.

Desde 1932, nos primeiros minutos do domingo, o homem da meia-noite foi a primeira alegoria a acertar as encostas da cidade.

O grande espetáculo de fantoches acontece na terça-feira, mas a festa não termina aí. Na Quarta-Feira de Cinzas continua o Bacalhau do Batata, último bloco da procissão. Detalhes em Site oficial do Carnaval de Olinda e Recife.

Você também pode estar interessado em estes posts relacionados:

Joaquim
Joaquim

Utilizamos cookies para melhorar a experiência do utilizador. Seleccione aceitar para continuar a navegação. Política de cookies

Ir para cima