DESTINOS

Jalapão: como chegar, hotéis, restaurantes, passeios e muito mais

Pense na viagem como uma expedição. A região de JalapãoO Tocantins possui cinco reservas naturais, incluindo um parque estadual, e 34.000 quilômetros quadrados (maiores que os estados de Sergipe e Alagoas).

A paisagem é uma das mais exuberantes do Brasil: cachoeiras de águas cristalinas, piscinas naturais verde-esmeralda, planaltos de laranjeiras e dunas que chegam a 40 metros de altura. Um verdadeiro Deserto de água, como sugere o apelido da região.

Grande parte da explicação está na dificuldade de acesso, pois a maioria das estradas não é pavimentada, fazendo com que você se sinta no meio de um rally (um veículo 4 × 4 é altamente recomendado). Com isso em mente, muitas pessoas optam por pacotes de seis ou sete dias da Expedições Korubosai de Palmas e inclui transporte, alimentação, três ou quatro noites de acampamento e passeios.

Quem quiser dirigir por conta própria deve se hospedar em Ponte Alta do Tocantins ou Mateiros e contratar passeios de um dia.

Quando devo ir

Você pode visitar o Jalapão o ano todo, mas a estação seca de maio a setembro é a melhor. De outubro a abril, mesmo em dias mais frios, as chuvas podem atrapalhar os passeios, escurecer as águas e diminuir a visibilidade do pôr do sol, um dos destaques da viagem.

Evite férias escolares e feriados prolongados quando os grupos são maiores e as excursões, geralmente com um número limitado de visitantes, são organizadas com antecedência.

COMO CHEGAR LÁ

De Palmas, são cerca de 195 km de estradas pavimentadas Ponte Alta do Tocantins, o portão principal do Jalapão. Para entrar na cidade tem que tomar a TO-050 até Porto Nacional e daí a TO-255 até Ponte Alta. A partir daí, apenas estradas de terra.

Outro ponto de entrada é a comunidade Novo negócio. Você chega pela BR-010 e depois pela TO-020, também de Palmas.

Ir MateirosPegue a TO-255 de Ponte Alta do Tocantins ou TO-030, depois do Novo Accord na TO-255.

COMO DIRIGIR

São cerca de 195 km de estrada asfaltada entre Palmas e Ponte Alta do Tocantins. Depois, só há estradas de terra, incluindo os 162 km que separam Ponte Alta de Mateiros.

Devido ao fundo arenoso, é necessário um veículo 4X4 para atravessar o Jalapão. Além disso, não é recomendável dirigir sem guia: as estradas são mal sinalizadas e a maioria dos atrativos é de difícil acesso. Além disso, a densidade populacional não chega a um habitante por quilômetro quadrado (você dirige por horas sem ver ninguém na rua).

Carros particulares não são adequados para passeios turísticos, mas existem rotas diárias que incluem direção, transporte e almoço. Se você estiver em um 4 × 4, só poderá contratar um guia. Se você ainda quiser explorar a área por conta própria, Clique e veja como fazer. Importante: Estude os locais das atrações que pretende visitar com antecedência e crie um mapa em papel e / ou offline, pois não há sinal de internet em muitas seções.

O QUE FAZER

Sob o intenso céu azul do Cerrado, inúmeras formações rochosas viraram areia sob a ação do vento e da chuva. Daí a origem das dunas de laranja, maior cartão postal do Jalapão.

Mas a região é muito mais: se for passear por lá, conhecerá os chapadões e riachos que formam lagoas e cachoeiras naturais e verá animais como emas, araras, antas, capivara, lobo-guará e, com sorte, até onças.

A maioria das atrações do Jalapão se concentra em ou perto de Ponte Alta do Tocantins, Mateiros e São Félix do Tocantins. Use um deles como base ou crie a viagem de ida e volta que passa pelos três e volta a Palmas, bem como a mudança de acomodação ao longo do caminho.

cachoeiras

Alimentado pelas águas do Rio Novo, o Cachoeira velha, está localizada no Parque Estadual do Jalapão, É a maior da região: são duas cachoeiras que juntas têm cerca de 100 metros de largura e queda livre de 15 metros. Não é permitido tomar banho lá, mas é possível tomar banho Rafting para a cachoeira ou visita Prainha do Rio Novo.

Cachoeira da formiga

36 km de Mateiros, é uma das mais belas da região. A cachoeira não é muito grande, mas sua água forma uma impressionante piscina natural azul-esverdeada. Também é possível acampar na área.
Para quem vem de Ponte Alta do Tocantins, outras boas opções são os cachoeiras Soninho, 68 km da cidade. A cachoeira principal, com 30 metros de altura, possui um grande volume de água que torna impossível nadar. Poucos metros acima do Rio Sono, formam-se pequenas cachoeiras e piscinas naturais, próprias para banho.

De Lajeado

A 36 km da Ponte Alta do Tocantins, o rio desce por degraus escorregadios antes de formar a cachoeira e depois um chafariz (para acessá-lo é preciso descer até a própria cachoeira). Ja ai cascata FumaçaO programa consiste em assistir a queda e a grande nuvem de vapor d’água que se forma a partir dela. A natação não é recomendada por razões de segurança.

Caldeira

O programa único do Jalapão: as chaleiras são poços cristalinos de onde a água sobe com tanta pressão que os banhistas não conseguem descer. Um dos mais famosos é o Fervedouro do Ceiça, em Mateiros, com capacidade máxima para dez visitantes cada e uma estada total de 20 minutos.

OU Bela Vista Fervedouro, Em São Félix do Tocantins, é a maior e uma das mais belas da região com águas incrivelmente azuis. Tem uma boa infra-estrutura com restaurante, parque de campismo e esplanada de madeira.

Outras fontes abertas aos visitantes são aquelas Fervedouro do Rio Sono, perto de Mateiros, com restaurante caseiro e redes e o Caldeira buriti, com água verde-azulada e cercada por buriti.

OU Buritizinho Fervedouro isso é tudo Fervedouro encontra as águas, em Mateiros e em Criar Fervedouro Alecrim, perto de São Félix, também são boas opções.

Mirantes

A cerca de 30 km de Mateiros, o Serra do Espírito Santo oferece uma vista privilegiada da beleza e imensidão do Jalapão. A subida não é das mais fáceis: são cerca de 8km de ida e volta (1km subida / descida até ao primeiro miradouro e mais 3km na parte plana do segundo miradouro), mas as vistas valem a pena. As melhores horas para fazer caminhadas são de manhã cedo e ao fim da tarde, quando pode ver o nascer ou o pôr-do-sol de cima.

Além disso, a erosão das rochas areníticas da Serra do Espírito Santo forma a Dunas de Jalapão. Enormes bancos de areia laranja, as dunas são ótimas para assistir o pôr do sol – parece que você está em um deserto.

Você também pode assistir ao pôr do sol através dos grandes buracos nos blocos de arenito Pedra perfurada, 30 km de Ponte Alta do Tocantins.

Outros circuitos

Para completar a sua visita ao Jalapão, o Canyon Sussuapara, Uma fenda de 12 metros de altura que se abre para a água a cerca de 12 km de Ponte Alta, com muitas plantas, um riacho e uma pequena cascata. Para quem quer aprender e comprar artesanato no capim dourado, vale a pena uma visita Município de Quilombola de Mumbuca, perto de Mateiros.

ONDE DORMIR

Há duas formas de se hospedar no Jalapão: em campings e em simples hostels.

Com quem viaja Expedições Korubo Permanece no acampamento fixo da empresa próximo ao Rio Novo, em Mateiros. Os passageiros passam a noite em barracas com camas, pias e banheiros – os chuveiros são compartilhados. Outros locais para acampar são a Cachoeira do Formiga e o Fervedouro da Bela Vista.

Se preferir ficar em hostels, fique em Ponte Alta, São Félix e / ou Mateiros, principais cidades da região. Nessas cidades, os hostels são muito básicos – a maioria geralmente não vai além de chuveiros quentes e pensões – mas seus proprietários são os melhores contadores de histórias da área.

dentro Ponte Alta do Tocantins, 1 Pousada Coelho tem wi-fi e ar condicionado nos quartos e Pousada Águas do Jalapão, Situa-se em zona rural, tem uma pegada sustentável e uma boa integração com a natureza.

dentro Mateiros, 1 Pousada Buritis do Jalapão Tem um bar, acesso Wi-Fi e quartos com vista para o jardim. prática Pousada Santa Helena, possui área de lazer com bilhar e bilhar e Pousada Panela de Ferro Oferece piscina e quartos com ar condicionado, TV e minibar.

dentro São Félix do Tocantins, uma Pousada Cachoeiras do Jalapão tem quartos com varandas e restaurantes e assim por diante Pousada São Félix do Jalapão Possui piscina com hidromassagem, bar com tanque e sauna.

Verifique mais acomodações em Jalapão aqui

ITINERÁRIOS RECOMENDADOS

2 dias – – Conheça o Cachoeira velha, com duas quedas com mais de 20 metros de altura, e o Prainha do Rio Novo. No dia seguinte você vai Fervedouro do Ceiça e então o tour Dunas e assistir o pôr do sol ali.

– Quanto mais tempo você vai Cachoeira da formiga e aproveite para conhecê-lo Fervedouro da Bela Vista, com depressões cristalinas, ideal para o banho. Caminhando também até o mirante de Serra do Espírito Santo, isso leva ao topo das falésias que formaram as dunas do Jalapão.

Pesquise aqui alojamento no Jalapão

Saiba mais sobre o Jalapão

Tudo sobre destinos de ecoturismo

Você também pode estar interessado em estes posts relacionados:

desbp
desbp

Utilizamos cookies para melhorar a experiência do utilizador. Seleccione aceitar para continuar a navegação. Política de cookies

Ir para cima