21.4 C
Nova Iorque
Sábado, Setembro 18, 2021

Buy now

Imperdível no Alto Alentejo – 20 locais a não perder

O Alto Alentejo é uma sub-região do Alentejo, que corresponde a toda a região de Portalegre. Com pouco mais de 100.000 habitantes, é um português mais autêntico, afastado do turismo de massa e, ao mesmo tempo, diferente das planícies do Alentejo mais a sul.

No Alto Alentejo existe o Parque Natural da Serra de São Mamede, montanhas, rios, cascatas, montado de sobro, vinhas e oliveiras feias. Possui cavalos de raça portuguesa, alguns dos melhores vinhos portugueses, arte típica e artesanato único no mundo. Existem vilas, cidades e vilas com ruas estreitas e pequenas casas caiadas de branco com bandas de oito. Muitos deles são fortificados, tendo ao longo do tempo desempenhado um papel importante na defesa da fronteira com a vizinha Espanha.

A lista abaixo não enumera tudo o que há para ver na zona de Portalegre, mas sim os locais que mais gostámos pelas muitas horas que lá passámos, bem como as nossas sugestões de restaurantes e alojamento.

Índice:

  1. Alto Alentejo: um mapa dos principais pontos de interesse
  2. Alto Alentejo: onde visitar
    1. Vila Velha de Elvas
    2. Fortaleza de Nossa Senhora das Graças
    3. Centro histórico das Festas para Povo e Campo Maior
    4. Coffee Science Center
    5. Presidente da Câmara da Adega
    6. Caverna Torre de Palma
    7. Ruínas romanas da Torre de Palma
    8. Cidade velha de estremoz
    9. Centro Histórico de Portalegre
    10. Museu da Tapeçaria de Portalegre
    11. magnético
    12. Haras d’Alter
    13. surgiu
    14. Marvão
    15. Castelo do Vazio
    16. Mulheres
    17. Conair Jans
    18. Ferrovia Conhal
    19. Belver
    20. Opinião
  3. Outros locais a visitar no Alto Alentejo

Alto Alentejo: um mapa dos principais pontos de interesse

Alto Alentejo: onde visitar

Vila Velha de Elvas

Graças à sua importante posição na fronteira com Espanha, Elvas possui o maior conjunto de fortes muralhas (em forma de estrela) do mundo, que juntamente com o centro histórico da cidade, Património Mundial.

Não limite a sua visita aos fortes. Tudo Cidade antiga convida a passeios divertidos, à descoberta de recantos sugestivos. Os edifícios estão bem conservados, têm vida própria, que depende apenas do turismo.

Está em uma das seções perto do castelo Museu da Fábrica da Pluma Elvas, onde as ameixas da Rainha Claudia foram transformadas em pérolas de pastelaria por mais de 100 anos.

Elvas, Alto Alentejo
Elvas, Alto Alentejo

Se você é uma daquelas pessoas que quer se levantar de madrugada, o Castelo é bom ver o nascer do sol. Em seguida, você pode passear pelo bairro histórico, passando por Praça da república, vestir Igreja de Nossa Senhora da Assunção, pele Arco de Santa Clara e para mercado municipal, onde poderá descobrir os produtos da região e, quem sabe, fazer compras.

No final do dia, recomendamos que você espere pelo pôr do sol Vista da Porta da Esquina e pense nisso a partir daí Aquário da Amoreira.

Onde (gostávamos) de comer:

Vinícola regional: ampla sala com alpendres em azulejo onde poderá desfrutar de uma variedade de pratos regionais alentejanos.

Onde (gostávamos) de dormir:

Coleção Hotel Vila Galé Elvas: antigo convento de São Paulo, recuperado e perfeitamente enquadrado num forte da cidade. Os diferentes espaços interiores valem o desvio.

Fortaleza de Nossa Senhora das Graças

Visitámos este forte há mais de dez anos e, apesar das espectaculares vistas panorâmicas sobre Elvas, estava concluído. Então, ficamos com medo de voltar, mas ficamos maravilhados com a liberação de espaço.

Forte da Graça, Elvas, Alto Alentejo
Forte da Graça, Elvas, Alto Alentejo

Baseada em um ponto estratégico, em forma de estrela e grande, foi construída para fins defensivos, mas na realidade sempre foi uma prisão militar.

Devido ao COVID-19, quando estivemos lá em agosto de 2021, eles não fizeram turnê. Tivemos apenas uma breve conversa com D. Alice, que falou apaixonadamente sobre o forte e nos contou alguns fatos interessantes. Recomendamos um visita guiada, porque tornará a experiência muito mais rica.

Horário e preços: https://www.cm-elvas.pt/descobrir/forte-da-graca/

Centro histórico das Festas para Povo e Campo Maior

Esta cidade fronteiriça é famosa por celebrações públicas, durante o qual suas ruas se enchem de milhares de flores de papel. No entanto, o bairro histórico também merece uma visita, onde se destaca a a porta da aldeia, OU. Castelo, 1 igreja mãe e, ao lado dele, o Igreja dos Ossos, um dos três em Portugal.

Fiestas no Povo, Campo Maior, Alto Alentejo
Festas do Povo, Campo Maior, Alto Alentejo

Onde (gostávamos) de comer:

Taverna do Ministro: cozinha saborosa com um toque caseiro.

Ou durma:

adAen: Você já imaginou dormir em uma carruagem puxada por cavalos convertida em acomodação? Olhe as fotos se não tiver certeza.

Coffee Science Center

Situado em Campo Maior, este espaço foi criado pela Delta Cafés, empresa líder no mercado nacional de torrefacção e comercialização de café. É um local moderno, muito interativo e recomendado para todas as idades, o que nos surpreendeu positivamente.

O museu explica todo o processo de fabricação do café, desde a planta e seus grãos (a uma estufa e tudo mais!), Da torrefação à bebida final. Também é criado um cenário histórico, sempre com vídeos e telas interativas para o interesse dos mais pequenos.

No final, está sempre convidado a experimentar uma bebida à base de café, preparada por um barista profissional.

Horário e preços: https://centrocienciacafe.com/visitar

Presidente da Câmara da Adega

Mesmo ao lado, o presidente da Câmara da Adega, fruto da paixão do fundador da Delta Cafés, Rui Nabeiro, destaca-se pelos seus vinhos e terroirs. O edifício, da autoria do arquitecto Siza Vieira, é tão discreto por fora como impressionante por dentro. As visitas guiadas são interessantes e, se só a construção não bastasse, terminam com uma prova dos produtos da região e dos excelentes vinhos aí produzidos.

Informações para a visita: https://www.adegamayor.pt/pt/pt/enoturismo-alentejo/visita-mayores/

Vinha perto da Adega Mayor, Alto Alentejo
Presidente da Câmara da Adega, Campo Maior, Alto Alentejo

Caverna Torre de Palma

É imprevisível ir ao Alto Alentejo e não provar os bons vinhos da região. Para além do Presidente da Câmara da Adega, existem outras produções vitivinícolas que oferecem visitas guiadas e provas. Muitos incluem também o seu próprio restaurante e alojamento, como Torre de Palma, a Hotel de vinho lindíssima, com piscina exterior e interior, rodeada de vinhas.

Mesmo que não fique hospedado no hotel, pode visitar a adega com o enólogo e desfrutar de uma prova de vinhos, entre outras experiências enológicas. Mais informações em: https://www.torredepalma.com/ofertas/visita-e-prova-de-vinhos/125/

Ruínas romanas da Torre de Palma

Nas proximidades do hotel existem ruínas inesperadas do que antes era Villa Passeio em Palma, classificado como Monumento Nacional. A nossa visita guiada com um arqueólogo tornou esta experiência muito interessante, porque nos forneceu o contexto histórico necessário e mostrou-nos os vestígios das diferentes áreas: a casa senhorial, as Zonas de Protecção Especial, os baptismos e os locais de culto.

Horários e compromissos: http://www.patrimoniocultural.gov.pt/pt/patrimonio/itinerarios/alentejo-algarve/08/

Villa romana da torre de palma, alto alentejo
Vila Romana Torre de Palma, Monforte, Alto Alentejo

Por falar em relíquias romanas, sabia que se trata de ruínas do Alto Alentejo, nomeadamente entre Castelo de Vide e Marvão Ammaia, uma das maiores cidades romanas do Alentejo no século I DC?

Cidade velha de estremoz

A cidade de Estremoz é famosa pela sua produção de mármore branco. Esta pedra é tão comum que está constantemente presente nas fachadas dos edifícios, ou seja, Esperar provavelmente toda a surpresa.

extremo
Cidade velha de estremoz

O figurado foi produzido no Barro de Estremoz (vulgarmente denominado Babóg Estremoz) é uma tradição secular, tendo sido declarada O patrimônio cultural e imaterial da humanidade com a UNESCO em 2017. Passeando pela cidade, conhecemos o Sr. José Carlos Rodrigues, um artesão que nos contou que a sua loja abriu na véspera e que tinha aprendido o ofício com Fátima Estroia, a artesã mais antiga de Extremoz. Se você quiser saber mais sobre fantoches, pode visitar o Museu Municipal ou a nova abertura Centro de Interpretação de Bonecas de Estremoz, no Palácio dos Marqueses da Praia e Monforte.

bonecos de jarro
Babóg Estremoz

Onde (gostávamos) de comer:

Mercearia falsa: apesar do preço acima da média, este é um restaurante a que voltamos sempre que podemos, pela inovação e qualidade dos aromas.

Centro Histórico de Portalegre

Portalegre é a capital do distrito com o mesmo nome e capital do Alto Alentejo. Embora não seja a cidade mais populosa (é Elvas), vale a pena visitar porque é rica em história e património, composta por 18 palácios e 7 mosteiros. deixa para lá becos na parede do centro histórico, visitando o Castelo ele é um Catedral. Na região do Rossio você pode banana gigantesca por quase 200 anos, que teve que suportar longos galhos e deliciar quem procura sombra fresca.

Onde (gostávamos) de comer:

Sal, alho etc: pratos típicos da região, com particular destaque para um dispositivo denominado “Fava magana”. A descrição no menu não faz justiça – é uma delícia.

Ou durma:

Hotel Rossio: Um hotel de 4 estrelas que não podia ter melhor localização para visitar Portalegre, pois está no centro de tudo.

Museu da Tapeçaria de Portalegre

Neste museu, situado no centro histórico da cidade, encontra-se a famosa tapeçaria decorativa mural de Portalegre que visa transferir o mapa do pintor, utilizando a técnica full hand em coletes verticais.

É muito interessante só de olhar, mas se tiver tempo recomendamos uma visita guiada que sem dúvida irá enriquecer a sua experiência.

Horário e preços: https://www.cm-portalegre.pt/pt/atividade-municipal/cultura/museus

magnético

Alegrete é uma bonita vila situada no Parque Natural da Serra de São Mamede. Com o castelo e a Igreja Matriz (séc. XVI), vale a pena passear pelas ruas tranquilas com as suas típicas casas brancas com riscas coloridas, sentindo o verdadeiro significado do Alentejo.

Igreja de Alegrete, Alto Alentejo
Alegrete, Alto Alentejo

Haras d’Alter

O Haras d’Alter foi criado em 1748 para preservar o património animal da raça portuguesa e preparar estes cavalos para ingressarem na Escola Portuguesa de Arte Equestre.

As visitas são guiadas e incluem o Centro de Interpretação das Casas Altas, o Páteo das Éguas (e o potro), as cavalariças do garanhão, a Casa dos Trens e, por último, o Museu da Falcoaria e da Falcoaria, onde se encontra toda a arte. Aves de Rapina.

garanhão de intercâmbio, alto alentejo
Alto Alentejo: o que visitar – Haras d’Alter

Para nós o destaque foi o sai no meio, é o momento em que as éguas e cachorros do Páteo das Éguas partem para as pastagens onde pernoitam.

Horário e preços: https://alterreal.pt/

Ou durma:

Coleção Vila Galé Alter Real: um hotel de luxo perfeitamente posicionado no estábulo.

surgiu

Berço de D. Nuno Álvares Pereira, Flor da Rosa é uma vila histórica perto do Crato, famosa pela sua Mosteiro de Santa Maria de Flor da Rosa, edifício fortificado do séc. O XIV, que pode ser parcialmente visitado, traduz-se num dos alojamentos mais incríveis do Alto Alentejo: a Pousada Mosteiro do Crato.

A título de curiosidade, devido à sua importância histórica, os investimentos foram feitos na aldeia sem cabos elétricos aéreos, optando por enterrá-los – uma ação que teria beneficiado muitas outras partes do nosso país.

Hotel do Mosteiro do Crato, Alto Alentejo
Pousada Mosteiro do Crato, Flor da Rosa

Noutras épocas, a Flor da Rosa era também conhecida pela produção de louças úteis. Para honrar a tradição, um Museu da Casa da Cerâmica E escola de cerâmica onde qualquer pessoa pode aprender a fazer peças de barro com Rui Heliodoro, o único oleiro que trabalha na Flor da Rosa.

Para agendar uma oficina de olaria, basta entrar em contato TOOBRAA que também organiza inadvertidamente experiências no Alto Alentejo. Agora você vê: http://www.toobraa.com/

Ou durma:

Pousada Mosteiro do Crato: Dormir neste hotel é uma curta viagem ao passado, com os luxos e confortos de hoje, incluindo uma piscina exterior e spa.

Marvão

Marvão, para nós é um dos locais mais bonitos e espectaculares de Portugal.

No cimo de uma crista de quartzo na Serra de São Mamede, é uma cidade murada com um castelo majestoso, ruas estreitas, esquinas pitorescas, casas caiadas de branco e edifícios históricos muito bem preservados, bem como vistas incríveis da vasta paisagem circundante.

vista do castelo de Marvão, Alto Alentejo.
O que visitar no Alto Alentejo – Marvão

Quer saber mais sobre Marvão e o que visitar? Clique aqui para ler nosso artigo e ver as fotos.

Dica: nos dias quentes de verão, você pode descer até Praia de Toll River refresque-se nas águas do rio Sever.

Praia da Pedágio do Rio, Alto Alentejo
Praia da Pedágio do Rio, Alto Alentejo

Onde comer:

  • Varanda alentejana: como o nome sugere, oferece uma visão da paisagem a perder de vista. Nós amamos a salmoura.
  • Perto de Marvão, na aldeia de Galegos, fica o Lagar Melara Picado Nunes produto à base de azeite orgânico Castelo de marvão, mantendo o método de cultivo o mais tradicional possível. O antigo lagar e as máquinas foram transformados em museu, que pode ser visitado com marcação prévia, com uma prova final de azeite e produtos regionais. Mais Informações: https://mpn.pt/
Lagar Melara Picado Nunes, Alto Alentejo
Lagar Melara Picado Nunes

Ou durma:

  • Pousada de Marvão: situada entre as paredes, em duas casas tradicionais caiadas de branco, esta pousada vai permitir-lhe descobrir Marvão já que só pode atravessar para aí dormir.

Castelo do Vazio

Com o Marvão, com certeza um dos nossos resorts favoritos do Alto Alentejo e de Portugal.

Cercado por muros, seu labirinto de ruas de paralelepípedos o convida a uma visita tranquila como uma pessoa solteira. Nós encorajamos você a começar com escritório turístico e siga as trilhas marcadas que o levarão pelas curvas fechadas com orgulho, escalando o Castelo e essa bairro medieval, então descendo o judicial mais bem preservado em Portugal, superando Sinagoga e termina com Fonte da aldeia.

Também recomendamos que você visite o Igreja Nossa Senhora da Penha, com paragem no miradouro de onde se tem uma magnífica vista de Castelo de Vide e da paisagem envolvente.

Onde comer:

A. fraternidade: o movimento varia entre pratos típicos do Alentejo e pratos de caça.

Ou durma:

Quinta das Lavandas: o resto rodeado por campos de lavanda em flor.

Castelo de Vide, Alto Alentejo
Vista panorâmica de Castelo de Vide desde Igreja Nossa Senhora da Penha

Mulheres

A aldeia de Nisa era conectado a Artes e Ofícios, ou seja, o Cerâmica e essa bordado. As peças decorativas de cerâmica decoradas com pequenos seixos de quartzo são únicas. Poucos artesãos mantêm a tradição, como o mestre ceramista António Piedade e sua esposa Antonia. Com cuidado e precisão, as pequenas pedras brilhantes são colocadas nas peças de argila úmida. Uma tarefa fácil de realizar por mãos treinadas desde a infância.

Recentemente o Via Santa Maria reclassificado, inspirado na Cerâmica de Pedrada de Nisa. Este é um dos pontos obrigatórios na visita ao pequeno centro histórico do recinto, com o Rua Francisco Miguens, Dr. pendência Museu do Bordado e Argila (entrada gratuita) e o quarto Valquíria, de Joana Vasconcelos.

Também a não perder é a popularidade Cais Nisa, queijo de ovelha envelhecido com denominação de origem controlada, que pode ser encontrado na ementa de qualquer restaurante em Nisa e em praticamente todo o Alto Alentejo.

Onde comer:

Regata (para Alpalhão). Comemos um kebab de touro muito bom. Vale a pena só por este prato!

Ou durma:

Hotel Monte Filipe (em Alpalhão): um hotel moderno e tranquilo com uma boa relação qualidade / preço.

Conair Jans

Como amantes do passeio, não podíamos deixar de incluir dois percursos pedestres que gostávamos de fazer no Alto Alentejo, mais precisamente no concelho de Nisa. O primeiro chama-se Trilho das Jans (circular, 11 km, 4 horas) e começa às Amieiro e Tejo, uma das doze aldeias da Ordem de Malta. Clique para ler nosso artigo e ver as fotos do curso.

rian jans, alto alentejo
Conair Jans

Ferrovia Conhal

É também um dos nossos percursos pedestres preferidos em Portugal. Situada na margem esquerda do Tejo, é uma rota circular de 11,2 km. As vistas do rio e do Monumento Natural das Portas de Rodão, o voo sereno dos grifos e as gigantescas pilhas de pedras Conhal do Arneiro, que surgiu com a extração de ouro durante o período da ocupação romana.

Todas as informações em: https://natural.pt/zone-protette/monumento-natural-portas-rodao/pathways/pr4-nis-trilhos-do-conhal?locale=pt

Conhal Conhal, Alto Alentejo
Ferrovia Conhal

Belver

A pequena aldeia de Belver situa-se na margem direita do Tejo. além disso Castelo e pelas excelentes vistas que oferece, gostámos imenso de percorrer o Alamal Walk, vários passadiços de madeira do outro lado, que começam na Praia do Alamal e terminam junto à Ponte de Belver (cerca de 2km de extensão).

Belver, Alto Alentejo
O que visitar no Alto Alentejo – Belver

Opinião

Também no topo de uma colina, a cidade de Avis era uma bela cidade Comando militar avis, a mais antiga das Ordens portuguesas, na era do povoamento, protecção e construção da cidade, deu o seu nome à segunda dinastia que chegou ao poder em Portugal. Por este motivo, muitos deles são vistos em seu centro medieval, como as ruínas do Clochar S. Bento by Avis (século 13); antiga Residência dos mestres da ordem de Avis, hoje na Câmara Municipal; o sim igreja mãe; o lindo Pelourinho e três de seis torres o que resta do castelo.

Avis, Alto Alentejo
O que visitar no Alto Alentejo – opiniões

Outros locais a visitar no Alto Alentejo

Se você tem mais dias de sobra ou deseja incluir outros pontos de interesse em seu programa de viagens, aqui estão outras sugestões de lugares para visitar:

  • Cachoeira da Serra de São MamedeAtrativos: Cachoeira do Pego no Inferno, Cachoeira dos Arronches da Ribeira e Cachoeira da Cabroeira, entre outras. Continuamos, pessoalmente, porque no verão há pouca água e os mais acessíveis são muito procurados.
  • Anta tapadão. ele é uma das antas mais bem preservadas de Portugal e um dos muitos vestígios megalíticos do Alto Alentejo (a 7 km de Flor da Rosa).
  • Miradouro do Pico de São Mamede, o ponto mais alto da Serra de São Mamede.
  • Outros sites fascinantes, por exemplo Arronches, Crato, Mudar o chão E Fronteira.
Anta do Tapadão, Alto Alentejo
Anta tapadão

Por fim, agradecemos à Associação das Empresas da Região de Portalegre (NERPOR) que, no âmbito do projeto O Alto Alentejo em movimento, permitiu-nos regressar a esta popular região de Portugal, com o objectivo de expressar o que ela tem para oferecer.

Para saber mais sobre o Alto Alentejo, recomendamos que visite os sites Turismo alentejano eu faço Turismo português. E, é claro, você pode usar a seção de comentários abaixo para esclarecer preocupações ou adicionar sugestões.

Related Articles

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Stay Connected

0FãsCurtir
2,940SeguidoresSeguir
0InscritosInscrever
- Advertisement -spot_img

Latest Articles